The world's mostpowerful website builder.

3 elementos fundamentais para implementar uma estratégia de Growth Hacking

25 April 2017   |   by Jay Benjamin   |   Design, Branding
3 elementos fundamentais para implementar uma estratégia de Growth Hacking

Metodologia baseia-se em testes e análises de dados a partir de equipe multidisciplinar

Com o aumento do número de novos negócios, empresas que desejam manter-se no mercado devem buscar o crescimento de forma constante. Essa é justamente a proposta do growth hacking, um mindset que busca alavancar o empreendimento por meio de testes de novas ideias. Mas não se assuste, apesar de o termo parecer difícil, é possível colocá-lo em prática a partir de algumas mudanças nas dinâmicas da empresa.

Uma das vantagens é que essa metodologia pode ser adotada por empresas e startups de todos os portes. Mas primeiro vamos à definição adotada por Sean Ellis, criador do termo. 

Em um livro dedicado ao tema, o autor diz que o growth hacking nada mais é do que “um método rigoroso para utilizar experimentos multifuncionais e de alta velocidade para acelerar o crescimento no mercado”. E, para que possa ser colocado em prática, ele aponta para elementos norteadores para a prática. Vamos conhecê-los?

Os três elementos norteadores do growth hacking

No mesmo livro Hacking Growth: A estratégia de marketing inovadora das empresas crescimento rápido, Ellis afirma que a execução da metodologia depende, basicamente, de três fatores: equipe multidisciplinar, pesquisas e análises, testes seguidos de métricas. Confira as dicas a seguir. 

 

1. Crie uma equipe multidisciplinar

Uma equipe de growth hacking é multidisciplinar. Por isso, os profissionais devem ser especialistas em diferentes áreas. Isso é essencial para que cada colaborador esteja apto a identificar pontos-chave que podem atuar como gatilhos de crescimento. Também vale lembrar: todos eles devem compreender os objetivos da empresa e saber analisar dados, como veremos adiante.   

Além disso, atente para o fato de que as diferentes âmbitos da empresa devem estar em harmonia. É muito comum haver obstáculos na integração dos processos. Por isso, é importante que todas as áreas de atuação adotem uma atitude colaborativa.

 

2. Faça pesquisas e análises

Ellis pontua que fazer pesquisas qualitativas seguidas de análises quantitativas é importante para uma estratégia de growth. Segundo ele, essas práticas auxiliam a equipe a compreender as preferências e costumes dos clientes da empresa.
Por isso, recomendamos que o processo de growth hacking na sua empresa nunca seja feito às cegas. De nada adianta testar novas ideias se a equipe não tem uma noção mínima de quem busca atingir. Para que isso, ocorra, só há um jeito: pesquise e analise!

 

3. Desenvolva testes e análise resultados

Medir o sucesso de uma inovação é fundamental para completar o ciclo do growth hacking. Dessa forma, sua empresa deve propiciar uma cultura de testes e análises de ideias. Tenha em mente que qualquer sugestão é válida, por mais que pareça absurda. 

É importante compreender que o growth hacking baseia-se em evidências. Por isso é tão importantes testar as ideias e identificar se funcionaram ou não. Aqui voltamos ao primeiro item, a necessidade de os colaboradores saberem lidar com dados. Só assim será possível determinar as estratégias nas quais vale a pena investir para crescer.

Agora que você já conhece os três pontos-chave de uma estratégia de crescimento, que tal ler um artigo sobre a importância da inovação para alavancar os negócios?

 

Comentarios
Você tem uma oportunidade e quer falar com a gente?